Teresa é a representação da diversidade feminina. Já no seu nascimento, em 2010, as raizes do samba e da mpb se entrelaçavam com as do rock. Crescido ao sol de diferentes influências do cenário musical nacional, o grupo se organizou na tarefa da miscigenar todas essas referências num estilo próprio e atual. Bailando por um repertório que mescla o som clássico de Adoniran Barbosa e Clara Nunes ao samba contemporâneo de Diogo Nogueira, Zeca Pagodinho e Mart\’Nalia, o show é sempre recheado de alegria, sorrisos e sentimentos. Com o samba legítimo mineiro. Teresa traz no som a felicidade de sambar e traduz em música todos os sorrisos.

O nome “Teresa” simboliza a corda formada por pedaços de pano, representado a força, união e liberdade. Formado por Soraya Veiga (voz), Fernanda Pedaço (percussão/voz) e Regiane Costa (percussão) e Karla Matos (violão/voz).